Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BIBLIOTECAS ESCOLARES

BIBLIOTECAS ESCOLARES

MARIA VELHO DA COSTA (1939-2020)

BE AEPS, 27.05.20

 

Velho.jpg

Dia 23 de maio, deixou-nos uma das vozes mais ricas da literatura portuguesa, Maria Velho da Costa. Iniciou o seu percurso literário com a sua primeira obra, O lugar comum de 1966 e o seu último romance, Myra, foi publicado em 2008 e o último livro é uma coletânea de contos de 2012, O amante do Crato. As suas obras caracterizam-se por uma certa densidade em que a palavra é trabalhada até à exaustão.

Maina Mendes de 1969 é, talvez, o primeiro romance que lhe dá mais visibilidade.

Em 1972, em conjunto com outras duas escritoras, Maria Teresa Horta e Maria Isabel Barreno, publica As novas cartas portuguesas. Uma obra em que denunciavam a condição de vida e trabalho das mulheres. Vista como uma obra feminista foi também considerada um ataque ao governo de Marcelo Caetano.

Os seus livros foram distinguidos com os mais variados prémios literários. Destacamos os que foram atribuídos ao conjunto da obra: o Prémio Camões, em 2002, e o Prémio Vida Literária da APE, em 2013.

Convidamos-te a explorar a sua obra!